Últimas Gatas

Ana Paula Oliveira: Revista Playboy e VIP

Nascida no bairro de São Miguel Paulista, sua paixão pela profissão começou aos quatorze anos de idade, quando acompanhava o pai, árbitro amador, em alguns torneios na região de Hortolândia, cidade da Região Metropolitana de Campinas. A jovem Ana Paula auxiliava o pai como mesária, anotando as ocorrências e os cartões na súmula. "Quatro anos depois, os jogadores pediam para que eu auxiliasse meu pai. Foi uma brincadeira que acabou dando certo", lembra Ana, que sonhava em se tornar uma jogadora de vôlei.

Segundo ela mesma, Ana Paula sobressai pelos sentidos aguçados. Ela não se limita à visão para tomar suas decisões. A capacidade de escutar o som provocado pelo chute na bola, no momento do passe, permite-lhe concentrar sua atenção nos jogadores da frente, que recebem o lançamento. "Como consigo usar bem a audição, normalmente não me preocupo em olhar de onde a bola esta partindo", conta ela.

Revista Playboy — 31 Fotos



Revista VIP — 10 Fotos